BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, COPACABANA, Mulher, de 56 a 65 anos, Portuguese, Animais, Coleções e miniaturas
MSN -

 

    MEUS ARTIGOS


 

 
 

   

   


 
 
VERA GHIMEL * Terapeuta * Numeróloga * Coach *Cura Kármica * Hipnose Clínica



AOS AMIGOS VIRTUAIS E PESSOAIS!

Aos amigos,
Desejo a todos um maravilhoso 2012 sem neura de que o mundo que vai acabar e um Natal de reflexão e concentração no seu real significado.
Vamos focar as metas de aprimoramento pessoal, antes das de conquistas pessoais e materiais. Vamos mudar esse roteiro de guerras, doenças e perversidades. O joio já está sendo separado do trigo e haverá uma seleção natural e energética para quem vai ter que enfrentar a natureza que se ajustará nesse ano. Por aqui, no Brasil, teremos uma faxina quanto ao comportamento da famosa crença do "Gerson" que dizia que tinhamos que levar vantagem. Temos que considerar direitos e deveres e assim poderemos melhorar a nossa imagem no exterior. Para sermos uma verdadeira Nação precisamos nos educar e respeitar as leis. De nada adianta melhorarmos a economia se a prática da corrupção, da venda de sentenças, da atitude desonesta, da calúnia, do julgamento sem direito de defesa, da condenação antecipada, da propagação da mentira, do desrespeito aos direitos dos animais, da falta de consciência dos países ditos de primeiro mundo quanto à natureza e sua preservação, ainda prosseguem.
A continuar assim, a exemplo dos sem-teto, dos sem-terra, nos tornaremos sem-planeta.
Feliz Ano Novo!!!
http://www.veraghimel.com.br


Escrito por veraghimel às 11h47
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TEMPOS DIFÍCEIS!

De um bom tempo pra cá estamos nos sentindo bem desconfortáveis com os nossos corpos. A Terra acelera a sua vibração e como somos a continuação desse organismo vivo, acompanhamos. Sintomas tais como os parecidos com gripe - temperatura alta, suor, dores nos ossos e juntas, etc. Enxaquecas - dor severa que não passa com analgésicos, diarréias ocasionais, escorrimentos ocasionais no nariz - com espirros que duram 24 horas que não estão relacionados com resfriado ou febre, tonturas, zumbido nos ouvidos, palpitações no coração, sensação de o corpo todo vibrar - especialmente à noite quando se está relaxado (uma espécie de chicotear, principalmente nas pernas), espasmos musculares intensos - adicionado de dor no corpo, freqüentemente na coluna, formigamento - nos braços, mãos, pernas ou pés (periféricos), perda de força muscular - nas mãos, causadas pela mudança no sistema circulatório, dificuldade respiratória ocasional - e/ou percepção de uma respiração mais forte e ruidosa quando num estado relaxado, mudanças no sistema imunológico, mudanças no sistema linfático, sensação de cansaço - ou exaustão pelo menor esforço, necessidade de sono - mais longo e mais do que o normal, crescimento dos cabelos e das unhas mais rápido do que o normal, acessos de depressão sem razão aparente, aprofundamento no passado - observação das antigas relações, obtendo claridade em questões pessoais, sensação de uma grande purificação, tensão, ansiedade e níveis altos de stress - porque a pessoa se sente que algo está acontecendo, mas não tem consciência do quê. Alguns desses sintomas estão sendo sentidos por um grande número de pessoas. Muitos estão correndo em pânico para os médicos, quiroprático, herbalista, e por aí vai, e normalmente é dito que não há nada de errado. E essa é a verdade. Já que todos estes sintomas são apenas temporários e simplesmente indicam que estas mudanças fisiológicas estão acontecendo. Essas informações têm sido passadas pela internete e estão em vários sites.



Escrito por veraghimel às 11h43
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MENSAGEM DE KUTHUMI

OS ANIMAIS REENCARNAM?
Kuthumi através de Lynette Leckie-Clark
Novembro de 2010

 

Eu, Kuthumi, os saúdo mais uma vez. Eu venho a pedidos para responder à pergunta: “Os animais têm vidas múltiplas como os seres humanos?”

Esta é uma questão interessante e será de interesse para muitos. Em primeiro lugar eu devo dizer que todos os animais contêm uma consciência. Algumas espécies contêm uma consciência mais desenvolvida do que outras. Entretanto, todos os padrões de comportamento resultam do DNA e da consciência. O homem tem frequentemente considerado os reinos: elemental, das plantas, mineral e animal como inferior a si mesmo. Entretanto, todos fazem parte da criação e todos contêm consciência.

Todas as formas de vida aos olhos de Deus são preciosas.

A resposta à pergunta é sim, eles reencarnam. O exemplo mais conhecido que eu posso lhes dar é o do cão, muitas vezes conhecido como o seu fiel companheiro. A alma de um cão evolui a cada tempo de vida de experiência. Enquanto o cão evolui a cada existência, ele normalmente forma uma ligação estreita com um ser humano, frequentemente mais do que uma. Como o cão não pode falar a sua linguagem, ele se comunicará através da energia e das expressões faciais.

Por favor, lembrem-se de que eu uso o cão como um exemplo. Vocês frequentemente sentem a energia dos cães. Aquele que for evoluído proporcionará uma energia pacífica quando vocês passarem a sua mão através de sua pele. Pessoas mais velhas frequentemente recebem uma grande cura a um nível energético de um animal. Elas se sentem calmas, tranqüilas na presença de um animal evoluído. Aqueles que estiverem doentes, muitas vezes se curarão mais rapidamente com a presença intermitente de um cão.

O cão tem uma natureza muito fiel àqueles a quem ele considera como a sua família. Muitas vezes, o cão tirará energeticamente a energia negativa de seu campo de energia. Naturalmente, se houver muita energia negativa o cão pode e ficará doente, e algumas vezes até morrerá devido à grande quantidade de energia negativa que foi “tirada” de vocês. Muitos animais trabalham a um nível energético, particularmente o cão e o gato domésticos.

Aqueles animais que permanecem em seu estado nativo, os que vocês denominariam animais selvagens, evoluem, entretanto, em um ritmo mais lento. Sua consciência não é tão desenvolvida, assim o seu foco está na sobrevivência e no cuidado dos seus filhotes.

Agora o tema da encarnação. Deixem-me continuar com o exemplo do cão.

Quanto mais evoluída for a consciência do animal, mais eles serão capazes de comunicar os seus sentimentos.

Com isto, eu quero dizer, naturalmente, dos sentimentos do corpo emocional. Sentimentos de amor, de tristeza, de felicidade, de questionamento: “Por que, por que você está indo embora?”, por exemplo. Também, sentimentos de grande tristeza. Tudo isto o cão é capaz de comunicar a vocês através dos seus olhos físicos e de seu próprio campo de energia intuitiva. Assim quando há uma relação estreita entre um cão e um ser humano, um laço é formado. Isto é semelhante ao que vocês experienciariam com outro humano. Vocês se referem a estes como “almas gêmeas”. Assim vocês podem ter um cão, gato, ou um cavalo como um companheiro de alma também. Lembrem-se, por favor, de que isto somente ocorre em uma relação estreita com um animal de consciência evoluída.

Além disto, assim como os seres humanos decidem antes da encarnação desempenhar uma parte na vida dos outros na próxima encarnação, assim podem os animais com um ser humano. O animal pode não ter a mesma aparência que na vida anterior. A pele pode ser de uma cor diferente, por exemplo. Pode ser um cão de raça diferente. Entretanto, eles se encontram e o laço entre o cão e o ser humano é fortalecido. Ambos estão cientes de um forte sentimento de se “conhecerem”. Isto é ao nível da alma, que é conscientemente sentido como um “conhecimento”. Ambos escolheram isto.

Este é um nível superior de consciência para o cão. O cão encarna através da escolha. Neste nível, a jornada da vida é também conhecida antes da encarnação. Situações e circunstâncias da vida colocarão o cão e o ser humano juntos, no momento correto em ambas as vidas. O crescimento e o propósito da alma fluirão, como é pretendido.

Qualquer Carma devido é também experienciado e esperamos, curado. Assim, vocês percebem que há experiências semelhantes de crescimento de alma, tanto para o humano, quanto para o cão.

Muitas vezes um animal reencarnará na vida de um humano. Vocês podem reconhecer padrões anteriores de comportamento de um cão que pensavam que os tinha deixado (morrido).

Entretanto, o cão se lembra, em todos os planos, assim como os seres humanos se lembram, quando eles fazem a transição. Assim como vocês carregam uma marca da alma, inclusive certos traços de caráter, assim carrega um cão. Um gato é também capaz disto. Eu lhes digo isto enquanto eu observo esta, Lynette, realizando uma leitura. Eu vejo os animais domésticos vindo para reconhecer a pessoa junto com os seus entes queridos que fizeram a transição. Quando eles morrem, todos eles residem no mesmo plano que vocês vêem.

Talvez, este seja um lembrete oportuno de lembrar à humanidade de respeitar todas as formas de vida. Todos desempenham uma parte na evolução da consciência do homem e do planeta. Enquanto vocês se preparam para entrar em um ano de União, de avançar em relação ao outro, eu lhes peço que se lembrem dos muitos reinos que também compartilham o planeta – o reino elemental, o reino vegetal, o mineral e o animal. Eu lhes peço que desenvolvam uma nova consciência para estes. Não se trata só de vocês – do ser humano. Não é não. Agora vocês devem começar a despertar a sua consciência de compartilhar – com todos. Pois isto é parte da grande criação de Deus.

Kuthumi



Escrito por veraghimel às 20h34
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MEU LIVRO RENEGOCIANDO O KARMA JÁ JÁ SAI PRA VENDA.



Escrito por veraghimel às 08h23
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MINHA ALMA EM FRANGALHOS

Sempre tive um amor muito especial pelos gatos que me acompanharam desde sempre, nessa jornada difícil nesse planeta. Não tinha amigos, pois minha mãe proibia aproximação de quem quer que fosse por causa das vergonhas patrocinadas pelo alcoolismo do meu pai. Os gatos preencheram esse vazio e lá estavam quando eu chegava da escola. Me despedi de muitos ao longo de toda a minha vida, mas não sabia que seria tão sofrida essa despedida do meu amigo Gaspar. Foi embora daqui dia 02 de junho, aos 16 anos de vida, e hoje, uma semana passada e ainda não consigo parar de chorar de saudade. Meus bichos ficam ao meu lado, em média 20 anos, mas o Gaspar resolveu ir embora mais cedo, me deixando órfã de seu carinho e jeitão especial. Esse amigo me acompanhou nos momentos que eu considero mais dramáticos de minha vida adulta que seu eu contasse diriam ser um incrível filme de terror. Perdi o meu melhor amigo. A minha referência de bondade e ternura. Minha homenagem e o meu eterno amor e gratidão ao GASPAR que é e sempre será o grande presente que a vida me deu!

Gaspar era todo branquinho, por isso o nome (Gasparzinho, o fantasminha camarada). Ele chegou em minha casa ainda filhote e já ocupou um espaço no meu coração. Eu ainda estava numa ressaca da perda do meu outro grande amigo Ravengar, todo pretinho que era um grande xodó meu. Mas o Gaspar tinha algo diferente. Era imponente e meigo e ficava sentado ao meu lado me olhando e pondo a sua patinha delicada em meu colo para me chamar a atenção, como se não quisesse incomodar. Sempre me recordo de sua forma aristocrática de sentar-se e deitar, comendo com muita elegância e não fazendo nenhuma sujeira.Tinha um jeito malandro de andar e me acordava todos os dias no mesmo horário, tocando-me delicadamente com a pata até eu abrir os olhos. Como posso esquecer esse Ser que só me quis bem e ficou tão junto de mim nas horas mais dramáticas? Como abrir mão da melhor referencia de amor que tive em toda a minha vida? Como posso continuar aqui sem ele? Minha alma está em carne viva...Talvez para sempre ou quando eu for reencontrá-lo! Obrigada Gaspar! Obrigada meu amigo! Fique com Deus que foi quem me trouxe você e agora o quer de volta. Você é perfeito demais para permanecer aqui! Te amo!
  
      



Escrito por veraghimel às 14h12
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




REPROGRAMANDO O INCONSCIENTE

Pelas minhas pesquisas, ao atender, percebo que as pessoas estão condicionadas ao seu sistema pessoal de crenças. É interessante observar como é que muita gente nem percebe as suas próprias contradições. Uma paciente minha dizia que estava saturada de desempenhar o papel que a sociedade lhe impusera desde muito cedo, casando-se com alguém que depois se tornou importante no meio do universo da magistratura. Mesmo com a separação, ela não abria mão do seu sobrenome de casada, dizendo que assim sentia-se identificada. Não é contraditório? Ela quer sua identidade, mas está aprisionada pelo papel que o Ego Social lhe obrigou a ter.

Costumo dizer, entre outras coisas que o meu trabalho visa aproximar o máximo a pessoa dela mesma. Cada pessoa que aqui vive tem que se parecer completamente consigo mesma.

Mas é no inconsciente que definimos pra que lado iremos. Se é para próximo de nós ou do que o sistema nos empurra e conduz. Estamos constantemente alimentando essa "biblioteca" com tudo aquilo que acreditamos ser a nossa verdade. O inconsciente não discute, cumpre, independente se é bom ou não para nós.

Com o estudo da hipnose e de como funciona os nossos mecanismos cerebrais, passei a usar essa poderosa ferramenta associada a tudo aquilo que eu venho desenvolvendo em meu consultório. Coloco a pessoa em estado de relaxamento e aprofundamento e já de posse de todas as informações sobre o que ela quer mudar, restaurar, redefir em sua vida, seja no seu corpo físico, no mental, emocional ou espiritual, inicio o processo de "conversa com o seu inconsciente" sem interferências de sabotadores e similares. Claro que tem que haver confiança e vontade real de entrar em contato com esse mais profundo ser que é a própria pessoa e sabedora disso, procuro instalar em seu inconsciente, tudo o que a paciente estabeleceu como metas, desejos, restauros etc. Aproveito o momento e acrescento uma maior conexão com a sua essência divina, que normalmente se consegue quando se está em profundo estado de meditação. Reacendo a sua auto-estima, seu equilíbrio, estabelecendo um constante estado de bem-estar, mesmo depois de sair do relaxamento. Chamamos isso de auto-hipnose e nada tem a ver com perder a consciência ou o controle sobre si mesmo, apenas facilitando essa melhor intimidade de sua consciência externa com o seu Eu interior ou Eu verdadeiro, como eu gosto de chamar. O inconsciente é apenas o empregado mediador dessas duas consciências. O nosso Eu verdadeiro nos fala através da intuição, da inspiração, dos sonhos e muitas vezes negamos o que ele nos diz, dando mais importância ao que nos chega de fora, do ambiente onde se vive ou se é educado. Prevalecerá a voz mais forte.

Lendo o livro Limite Zero de Joe Vitale e com as minhas experiências profissionais, me inspirei a desenvolver um projeto de áudio personalizado (portanto intransferível) que servirá de exercício constante para ter, diariamente ou quantas vezes desejar, essa conversa com o seu Eu Verdadeiro. Imaginei que cada pessoa que quisesse me listaria todas as coisas que quer mudar, re-significar ou mesmo conquistar, sejam situações materiais, físicas, emocionais (mudanças no comportamento) etc. Esse áudio dará ao ouvinte uma oportunidade de poder fazer a sua auto-programação, pois estará diretamente dirigido a quem estiver ouvindo. Outra observação é que tudo que se programa dentro do seu insconsciente só diz respeito à própria pessoa, mesmo que possa envolver outras pessoas como conseqüência natural.

Estamos em constante estado hipnótico. Só que absorvendo muito lixo que nada nos valerá. Quem não dirigiu um carro e chegou ao seu destino sem mesmo sentir o caminho? Isso é estado hipnótico. Quando desfocamos e ficamos alheios ao ambiente, estamos em estado hipnótico. Quando vemos TV estamos nesse mesmo estado. Quando procuramos ajuda espiritual e ficamos receptivos ao que se está dizendo, estamos em estado hipnótico. É assim que se obtém a cura. Alguém do lado de fora "adentrou" para uma conversa com o seu Eu Verdadeiro e a partir de então iniciou-se uma cura. Seja um médium, uma entidade, uma voz etc.

Ele nada tem a ver com o sono, mas poderá ser o início de um adormecer. Quando se quer ficar nesse estado de foco interno é interessante não dormir. A pessoa deve ficar numa posição que não a induza ao sono. Ficar de olhos fechados diante do computador com os fones de ouvido, poderá ser uma boa solução para se ouvir o condicionamento sem dormir. Quanto mais se sentir relaxado e focalizado em seu interior, mais facilmente implementará as suas sugestões em seu inconsciente, que como eu já disse anteriormente, não discute, executa.



Escrito por veraghimel às 18h41
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




JUDICIÁRIO - LAMENTÁVEL E VERGONHOSO

Essa criança adotada por essa louca é o retrato da impunidade quando se trata de autoridade. Por que foi tão fácil para essa mulher adotar essa criança (será porque ela é promotora?) e o Conselho Tutelar não fez o que faz com todo mundo que é uma criteriosa averiguação para ter certeza que a criança não será traficada para retirada de órgãos ou coisa semelhante? Temos que ter uma Corregedoria mais séria e atuante, sem corporativismos para que não fiquemos nas mãos desses loucos desvairados que ainda se acham poderosos acima do bem e do mal! Socorro!



Escrito por veraghimel às 09h17
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MATRIX PESSOAL

Descobri através da hipnose, a qual me dedico a estudar, que temos uma matriz de funcionamento e que ao entrarmos em estado hipnótico, podemos facilmente acessá-la. Não é o que eu chamo de "manual de funcionamento", montado e regulado por nós através das experiências que vivemos e arquivado por assunto. É muito mais profundo. É a nossa verdadeira essência. É como aqui na Terra estamos representando a Divindade. Cada ser humano tem uma parte dessa representação. Chamo de missão pessoal. Muitas pessoas não conseguem saber o que aqui fazem nem ao longo de sua vida toda. Passam por aqui no automático, sem entusiasmo e quase sempre em depressão. Quando estamos na depressão estamos fora do nosso eixo, da nossa missão. Descobri que pela hipnose posso levar a pessoa a ter de novo acesso a esse estado de conexão.

Ao contrário do que a maioria pensa, a hipnose não é aquela lamentável demonstração de poder que muitos hipnólogos fazem nos palcos, trazendo os seus hipnotizados para situações vexatórias. É uma ferramenta poderosa que se usada por mãos responsáveis e cuidadosas, pode curar vícios, traumas, doenças, simplesmente pelo mecanismo de restaurar a conexão da pessoa com o seu verdadeiro EU. Aquele EU que irá ajudar na recuperação do seu estado original de harmonia e saúde física, mental, emocional e espiritual. Não é necessário ficar passeando artesanalmente pelos fatos que obstruem a vida plena. Isso além de cansar, assusta o cidadão. Ninguém quer ficar sofrendo tudo de novo, embora crescer doa. Mas é dar a cada um o seu próprio jeito de se recuperar, com os seus códigos, desejos, metas próprias, sem interferências do hipnotizador. Com isso o ser humano terá para si mesmo os instrumentos necessários para uma verdadeira mudança em sua vida. Eu já estou fazendo o processo e aprendendo como se faz também. Em breve terei essa preciosa ferramenta em meu consultório. Reprogramar-se será bem mais rápido do que se imagina.



Escrito por veraghimel às 18h04
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ATITUDES QUE DRENAM ENERGIA

Recebi do amigo virtual ANTONIO RODRIGUES NERY uma lista de atitudes que drenam energia e repasso, a fonte é www.33d.com.br

1. Pensamentos obsessivos - Pensar gasta energia, e todos nós sabemos disso. Ficar remoendo um problema cansa mais do que um dia inteiro de trabalho físico. Quem não tem domínio sobre seus pensamentos - mal comum ao homem ocidental, torna-se escravo da mente e acaba gastando a energia que poderia ser convertida em atitudes concretas, além de alimentar ainda mais os conflitos. Não basta estar atento ao volume de pensamentos, é preciso prestar atenção à qualidade deles. Pensamentos positivos, éticos e elevados podem recarregar as energias, enquanto o pessimismo consome energia e atrai mais negatividade para nossas vidas.

2. Sentimentos tóxicos - Choques emocionais e raiva intensa também esgotam as energias, assim como ressentimentos e mágoas nutridos durante anos seguidos. Não é à toa que muitas pessoas ficam estagnadas e não são prósperas. Isso acontece quando a energia que alimenta o prazer, o sucesso e a felicidade é gasta na manutenção de sentimentos negativos. Medo e culpa também gastam energia, e a ansiedade descompassa a vida. Por outro lado, os sentimentos positivos, como a amizade, o amor, a confiança, o desprendimento, a solidariedade, a auto-estima, a alegria e o bom-humor recarregam as energia e dão força para empreender nossos projetos e superar os obstáculos.

3. Maus hábitos - falta de cuidado com o corpo - Descanso, boa alimentação, hábitos saudáveis, exercícios físicos e o lazer são sempre colocados em segundo plano. A rotina corrida e a competitividade fazem com que haja negligência em relação a aspectos básicos para a manutenção da saúde energética.

4. Fugir do presente - As energias são colocadas onde a atenção é focada. O homem tem a tendência de achar que no passado as coisas eram mais fáceis: “bons tempos aqueles!”, costumam dizer. Tanto os saudosistas, que se apegam às lembranças do passado, quanto aqueles que não conseguem esquecer os traumas, colocam suas energias no passado. Por outro lado, os sonhadores ou as pessoas que vivem esperando pelo futuro, depositando nele sua felicidade e realização, deixam pouca ou nenhuma energia no presente. E é apenas no presente que podemos construir nossas vidas.

5. Falta de perdão - Perdoar significa soltar ressentimentos, mágoas e culpas. Libertar o que aconteceu e olhar para frente. Quanto mais perdoamos, menos bagagem interior carregamos, gastando menos energia ao alimentar as feridas do passado. Mais do que uma regra religiosa, o perdão é uma atitude inteligente daquele que busca viver bem e quer seus caminhos livres, abertos para a felicidade. Quem não sabe perdoar os outros e si mesmo, fica ”energeticamente obeso”, carregando fardos passados.

6. Mentira pessoal- Todos mentem ao longo da vida, mas para sustentar as mentiras muita energia é gasta. Somos educados para desempenhar papéis e não para sermos nós mesmos: a mocinha boazinha, o machão, a vítima, a mãe extremosa, o corajoso, o pai enérgico, o mártir e o intelectual. Quando somos nós mesmos, a vida flui e tudo acontece com pouquíssimo esforço.

7. Viver a vida do outro- Ninguém vive só e, por meio dos relacionamentos interpessoais, evoluímos e nos realizamos, mas é preciso ter noção de limites e saber amadurecer também nossa individualidade. Esse equilíbrio nos resguarda energeticamente e nos recarrega. Quem cuida da vida do outro, sofrendo seus problemas e interferindo mais do que é recomendável, acaba não tendo energia para construir sua própria vida. O único prêmio, nesse caso, é a frustração.

8. Bagunça e projetos inacabados - A bagunça afeta muito as pessoas, causando confusão mental e emocional. Um truque legal quando a vida anda confusa é arrumar a casa, os armários, gavetas, a bolsa e os documentos, além de fazer uma faxina no que está sujo. À medida em que ordenamos e limpamos os objetos, também colocamos em ordem nossa mente e coração. Pode não resolver o problema, mas dá alívio. Não terminar as tarefas é outro “escape” de energia. Todas as vezes que você vê, por exemplo, aquele trabalho que não concluiu, ele lhe “diz” inconscientemente: “você não me terminou! Você não me terminou!” Isso gasta uma energia tremenda. Ou você a termina ou livre-se dela e assuma que não vai concluir o trabalho. O importante é tomar uma atitude. O desenvolvimento do auto-conhecimento, da disciplina e da terminação farão com que você não invista em projetos que não serão concluídos e que apenas consumirão seu tempo e energia.

9. Afastamento da natureza - A natureza, nossa maior fonte de alimento energético, também nos limpa das energias estáticas e desarmoniosas. O homem moderno, que habita e trabalha em locais muitas vezes doentios e desequilibrados, vê-se privado dessa fonte maravilhosa de energia. A competitividade, o individualismo e o estresse das grandes cidades agravam esse quadro e favorecem o vampirismo energético, onde todos sugam e são sugados em suas energias vitais.



Escrito por veraghimel às 11h43
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




COMO NASCE, COMO VIVE...

Recebi da amiga virtual Rose alguns textos contidos em livros e um, em especial, despertou a minha atenção. Chama-se "Como seu nascimento afeta seus relacionamentos", de Sondra Ray e Bob Mandel, Editora Gente, pois é matéria que desenvolvo em meu consultório de terapia. Durante o processo, ajudo a reprogramar esse nascimento para que esse manual de funcionamento seja mais interessante e benéfico para o paciente. Eu canalizo esse registro e a pessoa o redefine através de uma nova leitura. Em resumo, eu mostro como foi e a pessoa o modifica com frases e sentimentos mais acolhedores, enfim tudo o que queria ter vivido na ocasião.

Esse texto resume, de uma forma bem sucinta, os tipos de nascimento e suas conseqüências na vida pessoal. Vou resumir essas observações do casal, contidas no texto do livro, a seguir. 

Segundo o livro, e eu concordo por experiência em atendimento, que a nossa vida é padronizada (eu incluo nesse momento o que eu chamo de nosso manual de funcionamento) pela forma com que entramos na vida ao nascer. Nossos corpos emocional, mental, espiritual e físico ficam com esses registros desde a estadia intra-uterina até, inclusive, na hora de sair, em nosso banco de memórias de nossas células. Essas informações irão influenciar a forma com que você vai lidar com a vida, como se fosse uma matriz. Em meu consultório procuro sempre rematriciar esse momento, pois é importante que se modifiquem essas informações. Eu sempre falo que todos nós chegamos aqui enguiçados.

Um parto mesmo normal, no tempo certo, com as condições médias de nascimento, deixam marcas. Poucos podem desfrutar de um perfeito nascer. O ideal é na água, em ambiente calmo, sem pressa e de pensamentos positivos e receptivos. Quem dera que todos nascessem assim. As mulheres são induzidas a ficarem urrando para o bebê sair e eles, coitados, parecem que estão num corredor polonês ou numa arena onde ainda os espera uma boa palmada para que chorem. Imediatamente, o médico corta o cordão de uma forma brusca, desconectando aquela criança de sua mãe e a levando para um local frio para ser aspirada. Se sobreviverem a tudo isso, mais tarde é que vão retornar aos braços de sua mãe que fica um tempo dormindo para se recuperar daquele verdadeiro Indiana Jones Materno. Coitados dos índios se dependessem disso para nascerem... Nem precisa dizer que essa criança entrou na vida com um manual de funcionamento que é "tenho que me esforçar pra sobreviver" e isso a perseguirá por toda a existência e ela nem desconfia de onde veio.

Imaginem então uma criança que não foi desejada! Aquela gerada por falha de pílula, relacionamentos paralelos ou até mesmo estupro. Vai nascer sob a égide de não te quero aqui. Possivelmente viverá com a sensação de inadequação ao longo de sua vida ou mesmo de que não é boa o suficiente para ser amada pelas pessoas, afinal não queriam que ela nascesse. Se relacionará com a vida e com as pessoas sempre de forma "acidental".

O que dizer de uma criança que nasceu num sexo que não era o esperado pelos pais. Ficará com uma confusão de como se comportar para ser aceita pela família, buscando aprovação em tudo que fizer. Terá dificuldade de se relacionar com pessoas do mesmo sexo e/ou ter medo de assumir seu sexo. Terá medo de não se sentir aceita, sentir-se-á triste, zangada ou magoada nos relacionamentos. Não saberá o que é esperado dela nem o que receber dos relacionamentos. Freqüentemente verá o mundo como um local hostil e sentirá o mesmo nos relacionamentos devidos aos problemas de identidade sexual. Algumas vezes se sentirá mais feliz sozinha.

Gestantes que tiveram problemas no parto trazem para a criança o sentimento de não mereço ser amada, pois fiz minha mãe sofrer ou quase morrer. Dirá "sempre magôo aqueles que amo". O que invariavelmente acaba acontecendo, pois se repetirá o que o bebê tiver registrado naquele momento. Ou mesmo passará a vida toda escondendo o seu lado "mal ou ruim" para não ser descoberto como alguém que verdadeiramente fez algo de mal no nascimento.

Quem nasce rapidamente, embora não represente um problema para si mesmo, acarreta problemas para outras pessoas. Ela pode adotar por ter nascido rápido: "Tenho que diminuir meu ritmo para sobreviver", "as pessoas se ressentem comigo por eu conseguir tão facilmente".  Essa criança crescerá sendo impaciente. Pode sofrer de claustrofobia, devido a ter ficado presa no colo do útero. Na maioria das vezes essa pessoa com parto rápido: se sente impelida e nervosa, está sempre correndo; sente que seu parceiro a apressa e não tem escolha; algumas vezes se sente culpada por "atropelar" as pessoas; sempre quer urgência em tudo; sempre tem muita energia; algumas dizem que sentem facilidade em ser bem-sucedida; freqüentemente desejam e buscam velocidade e seus parceiros não conseguem acompanhá-las. 

As pessoas com partos demorados: freqüentemente esperam até que as coisas fiquem assustadoras; sentem necessidade de "quebrar paredes de resistências" e não conseguem; sentem-se impotentes e desamparadas; freqüentemente seus parceiros as refreiam nos relacionamentos; sentem-se inseguras no corpo; algumas reclamam de problemas na coluna; outras de não conseguir o que querem, quando querem; algumas pensam que "para evitar que as pessoas me atrapalhem, tenho que partir."
Partos prematuros indicam pessoas madrugadoras, dorminhocas e até postergadoras. Todas as suas atividades no que se refere ao tempo podem estar relacionadas à hora do seu nascimento. Você é uma pessoa de atividades noturnas? Sente-se melhor à tarde? A hora do seu nascimento pode ser a parte do dia mais traumática para você. Se nasceu de manhã, não se surpreenda se as horas de pique matinal forem particularmente difíceis para seu espírito. Se nasceu muito cedo ou muito tarde, isso pode ter contribuído muito para sua característica de estar sempre adiantado ou atrasado.

Uma afirmação importante é: "Estou sempre no lugar certo, na hora certo, plenamente bem-sucedido na atividade certa para mim. Outra é: "O tempo está a meu favor.  Ser dono do seu relacionamento com o tempo significa administrar a vida como um todo - sair do ciclo nascimento/morte e seguir o curso natural às coisas, segundo o livro de Sondra Ray e Bob Mandel. No caso de um nascimento prematuro em que a criança fica na incubadora, tentamos descobrir a razão específica de a pessoa não ter completado seu tempo. Talvez a mãe estivesse doente, ou suas vibrações não fossem tão boas e a pessoa se sentiu insegura de continuar ali. Tais bebês então desenvolvem conceitos do tipo: "Sou fraco", "sou pequeno", "não vou conseguir". O fato de terem, muitas vezes, ficado amarrados à cama, gera também esses conceitos.

Essas pessoas devem ser encorajadas a perceber que podem ser independentes e sobreviver. Tendem a atrair pessoas dependentes delas, o que reforça a neurose da incubadora. Essas pessoas: se sentem inseguras; sente-se à frente de todos os demais; são imaturos em seus relacionamentos; são extremamente vulneráveis; freqüentemente são pequenos e se sentem insignificantes. (Continua)



Escrito por veraghimel às 00h42
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




COMO NASCE, COMO VIVE...parte 2

Prosseguindo sobre nascimento e padrões de comportamento, os que ficam em incubadoras podem sentir: isolamento e solidão; medo de tocar e serem tocados; observação e julgamento dos outros. Os nascidos de partos prolongados podem sentir: que são muito vagarosos, frustrados e sofrem muito; que são desapontamentos para os outros; que mantém todos esperando por eles; que fazem as pessoas sofrer; que a vida é dura e viver é um esforço muito grande; que amadurecem muito tarde.

A criança nascida de cesariana freqüentemente sofre de síndrome de interrupção, uma vez que seu ciclo normal de vida foi interrompido pelo obstetra. Ela cresce para ser um adulto com a idéia fixa de fazer tudo a seu modo, e freqüentemente à suas custas. Ao mesmo tempo, quanto mais insiste em viver a vida do seu jeito, mais propensa é a atrair interrupções não previstas que bloqueiam sua caminhada. "Quero fazer tudo do meu jeito!" é o grito dos cesarianos, ao mesmo tempo que está pensando: "Acho melhor obter ajuda ou jamais vou conseguir sair desta".  Essa ambigüidade sempre cria confusões em sua vida. Eles buscam afeto físico. Como nunca receberam as massagens das paredes vaginais, precisam de muito carinho, colo e afeição quando crianças e até mesmo depois de adultos. Tem grande facilidade de encontrar saída fácil das situações. Uma vez que se apercebem disto, encurtam todos os caminhos. Cada nascimento contém um dom desconhecido.

As pessoas nascidas de cesariana geralmente têm medo de facas ou objetos pontiagudos; não fazem nada sozinhas; ressentem-se quando os outros a manipulam; estão sempre em busca de carinho físico; são sempre indiretas na comunicação; tendem a achar que fazem tudo errado; ficam confusas com facilidade; acham difícil tomar decisões; fazem-se algumas vezes de indiferentes; acham muito difícil terminar uma tarefa que começaram.

Na gravidez transversa que significa que o bebê está atravessado, com a cabeça voltada para o lado direito ou esquerdo e os pés do lado oposto, ele não está com a cabeça para baixo, em posição de nascimento. Em geral a pessoa não quer nascer ou ficou confusa e se perdeu ao tentar encontrar a saída. Essas pessoas freqüentemente pensam: "Tenho que ir na direção errada para poder sobreviver". Perdem muito tempo em situações das quais já deveria ter se livrado e mantém sempre as pessoas esperando por elas. Geralmente tem dores no corpo, movimentam-se muito; evitam situações de "aperto"; não suportam ser controladas ou manipulados e em geral têm medo do direcionamento.

As pessoas que foram drogadas no parto quase sempre nascem praticante apáticas e passam sua vida inteira confusas. Essas pessoas podem ficar "inconscientes" em seus relacionamentos e no trabalho, tem muita dificuldade de acordar de manhã. Bocejam muito; tem momentos de atividade e apatia; sentem-se sufocados nos relacionamentos; não conseguem concentrar-se; sentem-se sem base, desligados, distanciados, frios emocionalmente, algumas vezes usam drogas.

Nascimentos induzidos são aqueles cujo trabalho de parto é iniciado artificialmente, em geral com medicação. Um dos efeitos óbvios da indução é que as pessoas têm freqüentemente problemas de "iniciar" alguma coisa. Precisam ser induzidas a novas ações que queriam ou precisem fazer.  Sua raiva é reprimida e oculta. Refreia o amor, o sexo e a afeição ou se suprimem do mundo em geral: seu poder, sua criatividade, sua contribuição. Extinguem a vibração que sentem da seguinte maneira: "Venham me buscar, mas se vieram vou ficar sentido. Direi não a vocês para provar que posso ir a hora que quiser".

Uma pessoa induzida não escolheu estar aqui. Alguém escolheu por ela - por isso participa apenas parcialmente de sua vida. O renascedor precisa, "ar início"  à indução por causa da ausência de compromisso de estar aqui e nascer. Possivelmente a pessoa induzida faz com que os outros tomem  a iniciativa por ela porque sente medo de viver. Se enfrentar esse medo, poderá se curar. Essas pessoas, em geral tem problemas de horários; sentem-se desamparadas; esperando que alguém ajude;  tendem a não escolher parceiros, é o parceiro que as escolhe; reclama de ser indiferentes; sempre acham que não podem conseguir o que querem; odeiam sair da cama; as outras pessoas tem que tomar a iniciativa por elas; dificuldade de iniciar projetos.

O bebê que se encontra pélvico-podálico: é aquela em que o bebê apresenta os quadris ou os pés no colo do útero. Isso geralmente ocorre porque o bebê tem medo de nascer, decidiu "voltar atrás". Tudo para essa pessoa é um drama, chega a fazer as coisas de trás para frente. Uma pessoa que nasce pelos pés, calça os sapatos com os pés trocados, e quando adulta sempre reclama de "meter os pés pelas mãos"; queixam-se de que fazem tudo errado; odeiam dar conclusões às coisas; evitam falar, por achar que estão erradas; tem  relacionamentos difíceis; percebem que o prazer é seguido de dor; sentem falta de ar; reclamam que os outros os forçam e os pressionam; consideram-se lutadoras; nunca sabem em que direção seguir; tudo o que iniciam é doloroso.

As crianças nascidas com "ajuda de fórceps tiveram suas cabeças comprimidas, apertadas, torcidas e puxadas para fora do útero. O resto corpo teve que seguir esses movimentos. A melhor maneira de lidar com essas pessoas é ajudá-las nas escolhas que fazem. Não seja muito prestativo, pois elas acharão que você está se intrometendo e não force muito, pois ativará velhas feridas, elas não gostam de ser controladas e manipuladas; sentem-se melhor quando estão no controle da situação; tem medo da dor e acham que o prazer leva à dor; acham que tem que fazer tudo sozinhas; sentem que seus esforços nunca serão suficientes; não se sentem bastante boas; não percebem seu valor e sempre acham que há algo errado com elas; temem ser tocadas; seus sentimentos estão em conflito com a razão.  (Continua)



Escrito por veraghimel às 00h40
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




COMO NASCE, COMO VIVE...Parte 3

Segundo o livro Como seu nascimento afeta seus relacionamentos", de Sondra Ray e Bob Mandel, Editora Gente, quando o cordão umbilical está em volta do pescoço, o bebê cria uma relação de amor e ódio à vida. Quando os acontecimentos se tornam muito excitantes, essas crianças gritam "Isso está me matando!". O medo fechará sua garganta como se fosse um grande nó que não as deixará engolir. Percebe-se pela voz que estão em pânico. Uma vez que a vida as ameaçou tanto ao nascer, elas freqüentemente têm necessidade de criar situações ameaçadoras na vida adulta para se sentirem vivas. São mestras em fazer tempestades em como dágua. A pessoa poderá considerar os relacionamentos "pegajosos". A intimidade pode significar dificuldade, quanto mais alguém se aproximar, mais a pessoa lhe amar, mais trará lembranças de seu nascimento, quando livrar-se de seu cordão era questão de sobrevivência. Liberdade e compromisso são especialmente complicados. São sensíveis á engasgos; não gostam de gravata, nem botão de colarinho ou golas altas; sente-se estrangulados em seus relacionamentos; saem-se bem em situações de crise; qualquer tipo de obstáculo representa pânico; tendem a sabotar e anular sua criatividade.

É sempre surpreendente para nós o renascimento de gêmeos. Geralmente renascemos um e o outro renasce espontaneamente - mesmo que este viva à quilômetros de distância e  nem saiba que o primeiro está sendo renascido. Geralmente o gêmeo que nasceu primeiro tem um sentimento de culpa, e o segundo trás certo rancor e sensação de abandono. No caso da mãe ou do obstetra não saberem que havia um segundo gêmeo, este sempre acha que "ninguém me nota", "sou sempre o último", "não deveria estar aqui". Alguns gêmeos formam o conceito de "estou isolado", "não há espaço para mim", "sou incompleto", "preciso de alguém para ser inteiro". O primeiro gêmeo é sempre o líder; o segundo é o seguidor; sente que os outros tiram proveito dele; reclama de estar sempre em segundo lugar;  espera que os parceiros tomem e iniciativa; faz questão que os parceiros atinjam o orgasmo primeiro; sente-se sempre em último lugar; queixa-se de extrema dependência; teme e quer a intimidade.

Uma outra questão, segundo Sondra Ray e Bob Mandel , é que é  preciso tomar cuidado com todos os pensamentos negativos sobre dinheiro antes da gravidez. Os conceitos que não são verbalizados podem significar para a criança uma atitude de "pobreza" mesmo antes de nascer. Uma boa idéia seria dar ao bebê presentes em dinheiro durante a gravidez. Na ocasião do nascimento da criança, ela deveria receber cadernetas de poupança e presentes em dinheiro. O dinheiro será, então, natural para essa criança.

A alimentação também é muito importante pós-parto. Não é a maneira como um bebê é alimentado que vai afetá-lo, mas os pensamentos da mãe durante a amamentação. Se sua mãe sentir-se culpada por não amamentar você, essa culpa o perturbará. Se ela achar que não há leite suficiente, você herdará esse conceito. O problema é o fato de que, como nossa imaginação é ilimitada e criativa, a maneira como a amamentação foi encarada, é que vai afetá-lo, muito mais do que o que realmente ocorreu. Uma das coisas interessantes é o que se chama de "síndrome de subnutrição", causada por falta de aleitamento, alergia ao leite ou alimentação com hora marcada. Isso freqüentemente resulta em "não consigo leite suficiente", o que mais tarde se transformará em "não tenho  dinheiro suficiente". Quanto mais a pessoa liberar e mudar seus conceitos, mais próspera será!

E por último, é a situação de uma criança que recebeu o nome de um parente falecido. Em casos extremos, a pessoa se torna "mais morta" para substituir o falecido e para satisfazer os anseios familiares. Os pais também devem resistir à idéia de dar um nome  espiritualmente muito elevado à criança.  Por outro lado, dar o nome de uma personalidade má - como Adolf - pode fazer com que todos a enxerguem assim.



Escrito por veraghimel às 00h38
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




51 SINTOMAS DA ASCENSÃO ESPIRITUAL

Muito se fala sobre os sintomas do despertar espiritual da Humanidade. Existe uma lista desses sintomas, sem fonte definida, mas que traz algum esclarecimento sobre o que muita gente está sentindo. Claro que muitos desses sintomas decorrem de doenças já estabelecidas, padrões de comportamento repetitivos, qualidade de vida equivocada, alimentação péssima, etc. Se você não se enquadra em nenhum desses problemas, pode ser que entenda mais sobre os 51 sintomas de ascensão espiritual descritos abaixo: 

 

1. Mudança no padrão de sono
Perturbações durante o sono, pés quentes, acordar duas ou três vezes durante a noite. Sentir-se cansado e com sono depois de acordar. Adormecer e acordar durante o dia. O Padrão de 3 Sonos, que acontece freqüentemente a muitas pessoas caracteriza- se por: dormir cerca de 2-3 horas, acordar, voltar a adormecer mais 2-3 horas, acordar de novo, voltar a adormecer mais 2-3 horas. Outras pessoas viram alterar-se as suas necessidades de sono, passando a dormir menos. Ultimamente, algumas pessoas sentem enormes ondas energéticas percorrendo o seu corpo a partir do coronário (centro energético no alto da cabeça). Estas ondas podem afetar o sono.
Conselho: Habitue-se. Pacifique-se com essa energia e não se preocupe se não dormir o suficiente (preocupação que, por vezes, pode causar mais insônia). Será capaz de suportar bem o dia se pensar que tem a quantidade certa do que necessita. Também pode pedir ao seu Eu Superior que, de vez em quando, lhe dê um intervalo para poder ter um sono reparador. Se, durante a noite, não conseguir adormecer, aproveite esse tempo para meditar, ler poesia, escrever o seu diário ou olhar para a Lua. O seu corpo ajustar-se-á ao novo padrão.


2. Atividade do chakra coronário (alto da cabeça)
Sensações de tilintar, comichão, formigamento e arrepios no couro cabeludo e/ou na coluna. Sensação de vibração energética no topo da cabeça, como se a energia jorrasse em chuveiro. Poderá sentir pressão na coroa, como se alguém estivesse a pressionar um dedo contra o centro da cabeça. Como referido no ponto 1, vivemos enormes carregamentos de energia através do chakra coronário. Podemos sentir uma pressão mais generalizada, como se a cabeça estivesse dentro dum aparelho muito suave.

Conselho: Não se assuste. Trata-se da abertura do chakra da coroa. Tais sensações dizem-lhe que você está aberto a receber a energia divina.


3. Repentinas ondas de emoção
Choro convulsivo. Inesperadamente, sente-se zangado, deprimido, triste ou muito infeliz à mínima provocação. Emoções à solta. Muitas vezes a pressão ou as emoções congestionadas são sentidas no chakra do coração (no centro do peito), o que não deve ser confundido com o coração, localizado à esquerda do chakra do coração.
Conselho: Aceite os seus sentimentos como surgem, abençoe-os e deixe-os partir. Sinta a conteúdo emocional da energia no chakra do coração. Expanda-a para todos os seus campos e respire profundamente, desde o umbigo até a parte superior do peito. Sinta a emoção e deixe-a evaporar-se. Não dirija as emoções para ninguém. Você está limpando o passado. Se necessitar de ajuda, diga em voz alta que pretende largar todo esse velho material e peça ajuda ao seu Eu Superior. Também pode pedir aos Anjos da Graça (energia branco cristal) que o ajudem a soltar estas emoções, fácil e suavemente. Agradeça por o seu corpo estar soltando estas emoções, não as retendo dentro de si, o que poderia provocar danos. Uma das nossas fontes sugere que a depressão está ligada às relações de «deixar ficar como está», de relações pessoais, profissionais, etc. que já não servem nem a nós, nem às nossas freqüências.


4. Clarificação de carma
Velhos conteúdos parecem estar ressurgindo, como descrito acima, ressurgindo em sua vida as pessoas envolvidas nesses episódios. Casos de encerramento de processo. Ou talvez você precise trabalhar o seu amor-próprio, abundância, criatividade, apegos, etc. Começarão a aparecer os recursos ou as pessoas de que necessita para auxiliar neste trabalho.
Conselho: O mesmo do que para Ponto 3. E ainda: não se envolva demasiado na análise destas situações, pois isso fará com que volte para eles, novamente, cada vez a níveis mais profundos. Peça ajuda de um terapeuta, se necessitar, e avance. Não tente evitar nem «passar ao lado» destas «memórias». Abrace o que aparecer e agradeça por isso contribuir para o seu desenvolvimento. Agradeça ao seu Eu Superior por lhe dar a oportunidade de se livrar destes «resíduos». Lembre-se, você não quer que eles continuem no seu ADN.


5. Alteração no peso corporal
O excesso de peso adquirido pela população é, em geral, extraordinário. Outros setores da população podem, pelo contrário, estar perdendo peso. Geralmente, ganhamos peso porque muitos medos reprimidos estão voltando para serem tratados. Reagimos construindo defesas, tentando ancorar-nos ou obter massa corporal, de forma a não permitir que a freqüência no corpo aumente.


Conselho: Não seja teimoso. Aceite isto como um sintoma do que está se passando com você. Perderá ou ganhará peso, quando todos os seus medos forem integrados. Solte a sua ansiedade. Depois, talvez constate que será mais fácil perder ou ganhar peso.
Exercício: Antes de começar a comer, experimente o seguinte: sente-se à mesa, posta com um aparelho de louça bonito. Acenda uma vela. Aprecie a aparência da comida. Coloque a sua mão dominante no coração e abençoe o alimento. Diga ao seu corpo para usar o alimento para se alimentar corretamente, em vez de usar a comida para alimentar as suas zangas emocionais. Depois, passe a mão, da esquerda para a direita, por cima do alimento, abençoando-o. Poderá notar que a comida parece quente à sua mão, mesmo que seja um prato frio. Repare que quando abençoamos a comida, não comemos tanta quantidade. Outra coisa que poderá fazer enquanto come é não ver TV ou ler. Aprecie saudavelmente a bênção que está à sua frente.


6. Mudanças nos hábitos alimentares.
Desejos estranhos e escolhas esquisitas. Há quem sinta mais fome ou menos fome do que anteriormente.
Conselho: Não negue o que o corpo lhe pede. Se não tiver a certeza, tente provar antes de escolher, para ver se é isso o que o corpo quer. Tente também abençoar os alimentos, como descrito no ponto 5.


7. Intolerância e alergias a certo tipo de alimentos, que nunca teve antes.
Conforme vai crescendo espiritualmente, você se torna mais sensível a tudo o que o rodeia. O seu corpo dir-lhe-á o que já não tolera, como se também ele estivesse rejeitando o que já não lhe serve. Pode estar se limpando de toxinas. Certas pessoas descobrem um resíduo branco na boca, parecido com a baba de corredores no fim de uma corrida.
Conselho: Isso pode ser retirado esfregando 2 colheres de azeite na boca, durante 10 a 15 minutos (não engula); depois cuspa para o vaso sanitário - não para o lavatório. Escove os dentes e, depois, limpe a escova.


8. Amplificação dos sentidos. Aumento de sensibilidade.
a) Perturbação na visão, objetos tremeluzentes, observação de partículas brilhantes, visão de auras em pessoas, plantas animais e objetos. Alguns relatam ver como transparentes os objetos normalmente opacos. Quando fecha os olhos já não vê escuridão, mas vermelhidão. Talvez veja formas geométricas, cores brilhantes e quadros quando tem os olhos fechados. As cores aparecem mais vivas. O céu pode parecer tingido ou a relva ter um verde espantoso. Conforme vai se tornando mais sensível, poderá ver formas ou riscos no ar, especialmente quando o quarto estiver mais escuro. Poderá ver formas brancas na sua visão periférica, quer com olhos abertos, quer com eles fechados.
Conselho: A sua visão está mudando de várias maneiras; está conhecendo novas formas de ver. Seja paciente. Aconteça o que acontecer, não se assuste. Visões nebulosas podem ser aliviadas desviando o olhar.
b) Aumento ou diminuição na capacidade auditiva. Audição de ruídos na cabeça, como «bips», sons, música ou sons eletrônicos. Há quem ouça água correndo, zunidos, barulhos ou toques. Há quem tenha o que se chama dislexia auditiva, ou seja, nem
sempre consegue perceber o que os outros estão dizendo, como se não conseguisse entender a sua própria língua. Algumas pessoas ouvem vozes estranhas em sonhos, como se alguém lhes estivesse gritando ao ouvido. Nestes casos pode pedir à «isso» para ir-se embora, ou pedir ao plano angélico para tomar conta da situação. Mais uma vez, não há nada a temer .
Conselho: Renda-se. Deixe ir. Ouça. Os seus ouvidos estão se ajustando a novas freqüências.
c) Intensificação do sentido do olfato, tato (toque) e/ou sabor. Há quem se aperceba de que passou a conseguir detectar o cheiro e o sabor dos aditivos químicos em alguns alimentos, de uma forma bastante desagradável.
Por outro lado, alguns alimentos passam a ter um sabor maravilhoso. Para algumas pessoas, esta intensificação dos sentidos é tanto maravilhosa como divertida. Pode ser possível cheirar a fragrância de flores aqui e ali. Muitos místicos fazem-no. Aproveite.


9. Erupções da pele: borbulhas, inchaços, acne, urticária e herpes.
A ira produz perturbações à volta da boca e queixo. Certa pessoa teve uma dermatite nas extremidades durante vários meses, enquanto curava um episódio do seu passado. Quando saneou a maior parte desse material, o problema foi resolvido.
Conselho: Poderá estar deixando sair toxinas e trazendo emoções à superfície. Quando existe material que deve ser liberado e você tenta reprimi-lo, a sua pele expressará a situação por si, até que se decida a trabalhar as emoções.



Escrito por veraghimel às 11h17
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




cont. 51 SINTOMAS DA ASCENSÃO ESPIRITUAL

10. Alternância entre vigor e cansaço
Episódios de energia intensa que o fazem querer saltar da cama e agir, seguidos por períodos de letargia e cansaço. O cansaço, normalmente, segue-se a grandes mudanças. Aceite, pois este é um tempo de integração.
Conselho: Flua com a natureza da energia. Não a combata. Seja gentil consigo. Durma a sesta, se estiver cansado. No caso de sentir muita energia e não conseguir dormir, escreva pensamentos ou um romance. Tire vantagem do tipo de energia.


11. Alterações na oração ou na meditação
Talvez não sinta as sensações habituais. Não tem a mesma experiência no contato com o Espírito. Dificuldade em concentrar-se.
Conselho: Talvez tenha passado a estar em comunhão com o Espírito mais freqüentemente e durante mais tempo. A sensação pode ser diferente, mas acabará por se adaptar a ela. Na verdade, você passou a pensar e agir em conformidade com o Espírito. Poderá notar que os seus períodos de meditação são agora mais curtos.


12. Ondas de energia.
De repente, sente-se percorrido por energia da cabeça aos pés. É uma sensação momentânea e pouco confortável. Por outro lado, algumas pessoas sentem um frio inexplicável. Se você for um trabalhador de energia, deve ter reparado que o calor que corre nas suas mãos aumentou consideravelmente. Isto é bom. 
Conselho: Se sentir desconforto, peça ao seu Eu Superior para aumentar ou diminuir a temperatura.


13. Sintomas variados
Dores de cabeça, dores de costas, dores de pescoço, sintomas de constipação (chamada «constipação de vibração»), problemas digestivos, danos musculares, aceleração dos batimentos cardíacos, dores no peito, alterações no desejo sexual, dores nos membros, vocalizações ou movimentos de corpo involuntários. Há quem tenha que se defrontar e solucionar certos episódios da infância. Relaxe. São sintomas temporários.


14. Rejuvenescimento
Tornar-se-á cada vez mais leve à medida que for limpando o material emocional, libertando crenças limitadoras assim como bagagem pesada do passado. A sua freqüência aumentou. Ama-se mais, assim como ama mais a vida. Comece a mostrar a perfeição que você realmente é.


15. Sonhos vivos
Por vezes, os sonhos são tão reais que acorda confuso. Também pode ter sonhos lúcidos, nos quais está no controle: você sabe que não está «sonhando»; o que está acontecendo é de alguma forma real. Muitos sonhos poderão ser místicos ou trazer mensagens. Lembrar-se-á daquilo que for importante para si. Não force nada. Acima de tudo, não tenha medo.


16. Acontecimentos que alteram completamente a sua vida
Morte, divórcio, mudança no trabalho ou de emprego, perda de casa, doença, e/ou outras catástrofes - por vezes, várias de uma só vez. Trata-se de forças que o obrigam a desacelerar, simplificar, mudar, reexaminar o que você é, assim como o que a sua vida lhe diz. Forças que não pode ignorar, que o obrigam a desapegar-se, que o acordam para o amor e compaixão por tudo.


17. Libertação
Desejo de cortar com todos os padrões restritivos: empregos, estilos de vida consumistas e pessoas ou situações tóxicas. Necessidade de «se encontrar» e de encontrar o propósito da sua vida - Agora! Quer ser criativo e livre para ser aquilo que é, na verdade. Apetência para as artes e a natureza. Desejo de cortar com coisas e pessoas que já não lhe dizem nada.
Conselho: FAÇA-O!


18. Confusão mental e emocional
Sentimento de que precisa de arrumar a sua vida, pois está uma confusão. Mas, ao
mesmo tempo, sente-se caótico e incapaz de o fazer, de se concentrar. Veja o Ponto 45.
Conselho: Concentre-se no seu coração e ouça o seu próprio discernimento.


19. Introspecção, solidão e perda de interesse por atividades no exterior
Este estado apareceu de surpresa a muitos extrovertidos que, antes, se viam envolvidos em diversas atividades. Agora dizem: «Não sei porquê, mas já não gosto tanto de sair como antes».



Escrito por veraghimel às 10h57
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




cont. 51 SINTOMAS DA ASCENSÃO ESPIRITUAL

20. Manifestações de criatividade
Recepção freqüente de imagens, idéias, música e outras inspirações criativas.
Conselho: Pelo menos registre estas inspirações, porque o Espírito está falando com você sobre como poderá preencher o seu propósito e contribuir para a regeneração do planeta.

21. Percepção de que o tempo está acelerando
Tem essa impressão porque sofreu muitas e freqüentes alterações na sua vida. A quantidade de alterações parece estar aumentando.
Conselho: Repartir o dia em encontros e segmentos temporários, aumenta o sentido de aceleração. Pode abrandar o tempo relaxando no momento presente e prestando atenção ao que tem em mãos, sem antecipar os acontecimentos. Abrande e diga para si mesmo que tem bastante tempo. Peça ajuda ao seu Eu Superior. Mantenha-se atento ao presente. Tente passar de uma atividade a outra. Centre-se no seu guia interior.

23. Impaciência
Sabe o que fazer, mas, por vezes, isso não ajuda. Quer resolver o que lhe parece estar no seu caminho. Reconhece que as incertezas são desconfortáveis.
Conselho: Aprenda a viver com incertezas sabendo que nada lhe aparecerá à sua frente, se não estiver pronto. A impaciência é, na realidade, uma falta de confiança, especialmente no seu Eu Superior. Quando focar o presente, verá milagres acontecerem.

24. Despertar
Talvez um interesse pelo Espírito surja, pela primeira vez, na vida. Uma chamada profunda para o significado da vida, para o seu propósito. Ligação espiritual e revelação. Um "constante desejo ardente" como lhe chama K.D. Lang. A vida mundana não preenche este vazio.
Conselho: Siga o seu coração, e o caminho ser-lhe-á mostrado.

25. Ser diferente dos outros
Um sentimento estranho de que tudo na sua vida parece novo e alterado, que deixou o seu eu antigo para trás. E deixou! Está muito maior que pode imaginar. E há mais para vir!

26. Ajudas de vários tipos
Aparecem «professores» em todo o lado, no momento certo, para ajudar à sua caminhada espiritual - pessoas, livros, palestras, filmes, acontecimentos, Mãe Natureza, etc. Estes «professores» podem parecer negativos ou positivos, mas, de uma perspectiva transcendente, são sempre perfeitos. Surgirá, precisamente, o que tiver que aprender.
Conselho: Lembre-se de que nunca receberemos mais do que aquilo que estamos preparados para lidar. Cada desafio apresenta-nos uma oportunidade para provarmos a nossa mestria na sua superação.
  

22. Premonição
Um sentimento de que algo vai acontecer, que pode criar ansiedade.
Conselho: Não há nada com que se preocupar. As coisas acontecem mesmo, mas a ansiedade só lhe criará mais problemas. Não há nada a temer.

27. Compreensão súbita
Encontro de uma pista espiritual, que faz sentido para si e que lhe «toca» nos mais profundos níveis. Repentinamente, obtém uma perspectiva que nunca tinha considerado. Tem fome de mais. Lê, partilha os conhecimentos com outros, faz perguntas e vai ao fundo para descobrir quem é e porque está aqui. Corre o risco filosófico de se perguntar «Por que Existo?».

28. Rapidez de aprendizagem
Aprende depressa. Sente que está «captando» muito rapidamente.
Conselho: Lembre-se que as coisas lhe chegarão quando estiver pronto para lidar com elas. Não antes. Lide corajosamente com o que for surgindo e, assim, avançará rapidamente.

29. Presenças invisíveis
Algumas pessoas dizem que, à noite, se sentem rodeadas por seres, ou têm a sensação de serem tocadas ou de que «alguém» lhes fala. Por vezes, acordam. Outras pessoas sentem as órbitas oculares vibrarem. Estas vibrações são causadas pelas mudanças energéticas, depois de feita a limpeza emocional.
Conselho: Este é um assunto sensível, mas talvez se sinta melhor se, antes de adormecer, abençoar a sua cama e o espaço à sua volta. Adormeça, na certeza que está rodeado pelos mais magníficos seres espirituais e que está em segurança, ao cuidado de Deus. Não se culpe por ter medo de vez em quando.



Escrito por veraghimel às 10h55
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]